Domingo de sol (#SQN), parte 3

Rio de Janeiro-20151018-01028 Rio de Janeiro-20151018-01029Pode parecer curioso, mas nunca havia visitado a Feira de Acari. Talvez as feiras mais próximas tenham maior atrativo pelo tempo gasto até ir a uma delas. Mas ultimamente fiquei decepcionado com estas que tanto frequentava. Arrumando coragem e indo com o espírito desbravador, me meti no metrô em direção a Fazenda Botafogo.

Esse bairro eu já conhecia de ter trabalhado fazem 5 anos, e minhas lembranças não são as melhores. Assim que cheguei recebi a seguinte recomendação: “Se tiver um carro incendiado ou um latão de 200l, não olhe pra dentro.” Lugar aprazível, não?

Mas a feira se dá junto a linha do metrô e possui razoável organização. Seu apelido – “roubauto” – me parece injusto com a realidade que vivemos hoje; existem comerciantes de porta aberta que emitem nota fiscal de venda por produtos roubados e falsificados. Nós é que somos preconceituosos em definir que tudo lá é roubado.

A minha primeira impressão foi:

“Cacete! A porra da feira é enorme!”

Tem sim de tudo que tem nas outras: porcarias e utilidades.Rio de Janeiro-20151018-01026 IMG-20151018-01020 Rio de Janeiro-20151018-01021 Rio de Janeiro-20151018-01022 Rio de Janeiro-20151018-01024

Tem tumulto? Não, multidão.

Tem furto? Provavelmente, mas não vi ninguém gritando.

É barato? Como qualquer outra feira.

Rio de Janeiro-20151018-01027

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s