Domingo de sol, adivinha para onde nós vamos?

Feira. Me desculpe mas não é praia, muito menos a de Ramos. A letra completa do compositor e intérprete Dicró não me serve para este post. Somente as 2 primeiras frases.

Ir à feira para mim é uma grande distração porque vejo de tudo um pouco. Sinto de tudo um pouco. Percebo de tudo um pouco. Já postei sobre a de antiguidades da Praça XV, a de Belo Horizonte, mas me faltam algumas das quais frequento.

Este tipo de feira, onde há o que chamamos de livre (a que vende comidas, bebidas e utensílios), se mistura a uma turma que não tem muito o que comer mas tem o que vender. Esses são aqueles que catam velharias, vêem algum potencial de venda e um possível comprador e ali expõem suas mercadorias.

Onde alguém só vê lixo, outros só vêem luxo. Aliás: este post só mostrará o que há de melhor lá…

Feira de Neves-SG_0001

Você quer antiguidade? Tem de procurar muito.

Feira de Neves-SG_0002 Feira de Neves-SG_0003

Você quer ferramenta nova? Tem também.

Feira de Neves-SG_0004

Você quer peça de carro usada? Ache uma que te sirva.

Feira de Neves-SG_0005

Uma laranja para descascar e chupar enquanto anda? Tem também.

Feira de Neves-SG_0006 Feira de Neves-SG_0007

Ferramentas novas para sua oficina? Alí tem.

Feira de Neves-SG_0008

Um pastel de queijo com caldo de cana? Não obrigado. Prefiro almoçar em casa…

Feira de Neves-SG_0009

Ração para seu pássaro? Do mais variados tipos.

Feira de Neves-SG_0010 Feira de Neves-SG_0011 Feira de Neves-SG_0012

Aguente o sol, porque sobra é para poucos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s