Pelikan M120, revisada.

Faz muito, mas muito tempo que não uso uma caneta tinteiro. Não poderia me dar ao luxo de trabalhar em um lugar sujo, perigoso e com risco de cair n’agua usando uma tinteiro. Usei as canetas BIC, sem opção de escolha.

Assim que retornei ao Rio, levei esta M120 para revisão. Eu havia em um certo momento tentado utilizá-la, mas foi infrutífero. A bomba não parecia em ordem, pois não enchia uma gota sequer de tinta.

Pelikan M120

Aqui o meu salvador é o Seu Josias, do amigo das canetas (oamigodascanetas.blogspot.com), que, ao chegar em sua sala já foi me perguntando: “O que houve com a Pelikan?” Eu disse que não conseguia encher e a resposta foi imediata:

“Alguém encheu com tinta Nankim!”

A carapuça não me serviria porque não fiz nada nela a não ser comprar. “Quem fez isso 3 vezes mesmo com minha reprovação foi o Edu Lobo!”, acrescentou ele. A tinta Nankim deixa resíduos que pode comprometer a bomba.

Para minha sorte foi feita somente uma limpeza e ajuste na pena para que voltasse à vida.

Melhor assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s