Sobra de obra e inventário

Todo final de obra você se depara com material que sobrou, seja pelo medo de faltar no meio do caminho, seja por erro de cálculo mesmo.

Sempre que a matéria-prima sobra, o ideal é de que você as guarde pois podem ser necessárias em outra etapa, ou ainda salvar a vida de alguém que precisa com urgência o que você tem.

Entulho? De forma nenhuma. Preciosidades…

Fazem aproximadamente 10 anos que compramos um Dodge irremediavelmente ruim e cada um dos 4 participantes preferiu uma parte do carro. Eu fiquei com os acabamentos, Marcus com o diferencial, Alexandre com direção/suspensão dianteira e Adrian com motor/caixa.

O trabalho não foi fácil porque o carro ficou em um terreno baldio e, por várias vezes precisei de ajuda quando não tinha. Algumas coisas negligenciei (como o macaco original), outras fiz questão de pegar (como as rodas Scorro de magnésio). Tudo isso ia para a mala de um VW Gol, no qual deveria ter um mínimo de habilidade para caber tudo dentro e não detonar com o acabamento interno.

Foto0274 Foto0275

DSC00464Foto0276

As lanternas traseiras hoje valem uma fortuna. Guarda-las de forma apropriada faz com que o seu “patrimônio” não se acabe por erro no manuseio.

Foto0277 Foto0278

Um volante Walrod presenteado pelo amigo Nikolas Ramos.

 

Foto0280 Foto0281 Foto0286 Foto0287

O painel do 74 desmontado, completo e com chicote. Pode servir para alguém…

Foto0293

Um friso de para-lamas do 74 no plástico. Nem precisei desmontar: estava na mala intacto.

Foto0294 Foto0295

Algumas peças devem ser limpas antes de guardar. As rodas nem estavam tão sujas; o problema eram os suportes do para-choque dianteiro.

Foto0299 Foto0300

O conjunto de juntas da Fel-pro vem completo, mas não necessariamente você precisa substituir tudo. As juntas de cabeçote são vendidas à parte.

Foto0301

Uma caixa de alto-falantes veio também neste 74. Funciona, mas tem partes faltando.

Foto0302

Para ter um carro antigo, é importante você manter um estoque de peças para serem utilizadas quando preciso for. Se não for possível comprar em uma loja de autopeças regular, é comum comprar em eventos e acumular para fazer o seu estoque pessoal.

Por outro lado, peças que não são comuns ao seu carro são potenciais moedas de troca. Como exemplo, possuo lanternas do 75 e do 71 guardadas comigo. Um dia alguém poderá precisar e eu terei o par para vender. O preço é questão de negociação.

Anúncios

Uma opinião sobre “Sobra de obra e inventário

  1. É realmente uma boa idéia guardar umas peças antigas de um carro ou equipamento que se tenha em bom estado de conservação e uso.Ainda mais quando são peças que a reposição é dificil e não existem mais originais,que dirá similares,o contra é o espaço que toma,se não tiver um escritóriozinho,só seu,a patroa joga tudo fora,kkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s