Você é responsável pelas suas escolhas

Hoje é um dia em que estou excepcionalmente no trabalho, viajando para atendimento a compromissos contratuais.

Estou aqui porque gosto do que faço, apesar de ser um ambiente sujo e barulhento. Para quem gosta do chamado “rock industrial” e seu maior icone, Ministry, o ambiente inspira muitas bandas de rock a compor e criar seus video clips.

Mas não vou aqui falar de trabalho. Vou falar de escolhas.

Quando decidi fazer Engenharia, o que pensava é que poderia ser um Engenheiro Mecânico e atuar no ramo automobilistico. Talvez esse seja um esteriótipo da carreira, na qual eu cai como pato.

Mas a vida com seus caprichos foi me moldando para outros ramos. Um colega de faculdade e estágio, Edson “Cabeção” me disse que sua carreira era pautada pelo seu último estágio ou seu primeiro emprego. E em grande parte ele tinha razão.

Passei a atuar no ramo da qualidade e adicionei a área da Segurança do Trabalho ao meu curriculo e qualificação. Isso me deu oportunidade de trabalho que muitos desejam ou até invejam. Mas não necessariamente me traz completa satisfação.

Esse é um ramo em que a todo o momento aparece uma boa oportunidade fora da sua zona de conforto. Isso pode também significar fora da sua cidade, fora do seu ciclo de amizade, longe da sua família. Se tivesse filhos, teria um grande problema: como poderia ser um pai presente? Hoje não tenho nem um cactus para regar, caso contrário ele morreria devido às minhas viagens.

E quando entro em fóruns e no facebook, vejo que muitos estão em suas casas, ouvindo sua musica preferida, andando no seu carro antigo, fazendo o que gosta.

O que eu faço? Assisto e “curto” quando possível. A escolha foi minha. Não posso ficar reclamando, me lamentando.

Meu Akai 400db não é ligado fazem 2 anos. O meu DVD está desligado desde junho. Meu dodge andou fazem 3 semanas, após 2 anos de hibernação.

O que me resta? Trabalhar para um dia voltar ao ritmo de antes. Enquanto isso, fico aqui assistindo.

Anúncios

2 opiniões sobre “Você é responsável pelas suas escolhas

  1. Quando fazemos planos, quase sempre nos esquecemos de uma constante, sem a qual a equação sempre dá diferente de zero: o mundo já estava girando, quando esboçávamos nossos sonhos, e não vai mudar de direção por causa deles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s