Coleção letra “s”, parte 5

Para alguns, essa mídia é totalmente desconhecida. DAT significa Digital Audio Tape, aparelho muito utilizado em estúdios para produção amadora e semi-profissional de audio.

O aparelho adota uma fita específica, frágil e cara, mas que o resultado final é magnífico. A fita pode ser a DAT ou DDS (digital data storage). Esta última ainda é utilizada em computadores, mais precisamente servidores para back-up. A fita possui graduaçòes de capacidade de armazenamento em Gb, indo de DDS1 a DDS4. A compatível com o DAT é a 1 e 2.

Esse aparelho foi produzido por outras marcas, como TASCAM, Philips e JVC. A Sony foi quem a popularizou.

Comprei-o num brechó, mesmo sabendo que não funcionava. A dona da loja me falou que havia uma técnico que o consertaria fácil, fácil. Eu recusei, pois ali por perto só tem técnico de microondas e mini system. Deixei para quem conhecia.

Através de colegas de forum, conheci o Tonhão, técnico muito bem conceituado e, por consequência, ocupado. Liguei para ele e consegui marcar uma visita na sua “DAT Caverna”…

Chegando lá ele topou e fez o reparo com maestria. A minha sorte é que ele possui alguns aparelhos para desmonte, doando assim alguns sensores essenciais para o perfeito funcionamento.

O DTC 790 assim que chegou da loja.

Para quem não conhece, o DAT funciona se formula similar e em miniatura a um VHS. Sendo assim, todos os componentes são miniatura e a fragilidade idem.

O mecanismo de carregamento e leitura

Detalhe da cabeça rotativa

Esse exemplar hoje funciona bem, mas com um senão: as fitas tem de ser muito bem acondicionadas. Perdi várias delas pois as guardei na horizontal.

Quando o tensor busca a fita para envolvê-la na cabeça rotativa, este não o faz com muita força para evitar a ruptura da mesma. Quando você guarda na horizontal, a fita se deforma ocasionando a escapada do tensor. Desta forma, a cabeça não lê e não ejeta a fita.

O aparelho em ação no seu habitat ideal

Pra quem não conhece, a fita:

As fitas

E a reprodução? Soberba. Não ouvi ainda aparelho que reproduza melhor musica digital.

A gravação hoje é feita por um cabo de inteconexão digital VDH e a reprodução através de um Acoustic Research.

Soberbo…

Anúncios

6 opiniões sobre “Coleção letra “s”, parte 5

  1. Olá Grecchi,
    Amigo, tudo que vc posta em seu blog eu gosto, parabéns por tudo.
    Li em alguns posts aqui e em outro site que vc é de Niterói (como eu) e li tbm que vc possui dois técnicos de som em quem vc confia e com vários aparelhos revisados com perfeição. Eu gostaria de saber se vc poderia me indicá-los. Se forem de Niterói seria ótimo, pois sou uma besta para andar no RJ.
    Muito obrigado e mantenha o blog sempre com novidades
    Abraços
    Wagner Torres

    Curtir

    • Olá Wagner!

      Recomendar não é problema. Mas o que se sucede é o seguinte:

      1 – O meu técnico preferido número 1 é o Tonhão. Ele temporariamente parou de consertar vintage pois está dedicado a um projeto particular;
      2 – O meu segundo técnico é o Fábio, de Itaipuaçú. Ele cortou o dedão numa Makita e está sem poder consertar aparelhos. A recuperação é lenta e ele espera poder voltar em abril;
      3 – Conheço um terceiro, no qual tenho boas referências, mas nunca mandei nada para ele. Chama-se Felício e mora em Teresópolis. Nem sei se ele foi afetado pela enxurrada…

      Qual deles você quer? O problema que eu enfrento hoje é o mesmo do seu…

      Curtir

      • Olá Grecchi
        Bom… se o Tonhão já era e o Felício mora longe, pra mim só sobrou o Fábio (azarado) de Itaipuaçu. E pra mim é mais fácil, pois moro em Itaipu. E já que esperei tanto tempo, posso aguentar até abril hehehehe!
        Por favor me mande o contato dele e me avise se posso usar seu nome . Muito obrigado
        Grande abraço
        Wagner Torres

        Curtir

  2. Bom dia, gostei bastante do seu blog, por favor me tire uma dúvida, na foto denominada “as fitas” você tem fitas DAT DDS da Sony, fitas de dados de computadores/servidores, elas também funcionam nesse Deck da Sony ? desde já agradeço, e parabéns pelo blog.

    Curtir

    • Sim!

      São as mesmas fitas, mas com resalva: as DDS1 e DDS2 são as notoriamente compatíveis com o DAT. As DDS3 e DDS4 podem trazer problemas para você ou quando reproduzir o que você gravou em outro aparelho.

      Os tipo 1 e 2 são mais baratas e encontra facilmente usadas. Não se preocupe com o estado geral de consevação pois são usadas como back-up de servidor, portanto, pouco usadas.

      Apesar de parecidas, algumas fitas de vídeo não tem compatibilidade nenhuma. Não esqueça: essas fitas tem de obrigatoriamente ser guardadas na vertical.

      Forte abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s