Origem dos temas

Por vezes compramos um artigo de luxo única e exclusivamente por causa do seu desenho. Achamos que combina com a decoração de casa, com a roupa ou um conjunto de coisas.

Descobrir como foi concebido um óculos, um chapéu (haja calor!) ou um relógio é prova para poucos e sortudos. Nem sempre você assistirá um documentário sobre uma determinada marca; a não ser que você assine a Sky e tenha na assinatura o Fashion TV, canal 31. Lá você poderá saber um pouco sobre o que é moda e sobre, também, como você se veste e comporta hoje. Poucos sabem que o jeans tem 110 anos de vida, que o americano o chama de Denim e que indigo é uma planta. Se for preconceituoso com os homens e mulheres que lá aparecem, criarás uma auto-censura sobre o que é a sociedade atual. Esqueça as futilidades e excentrismos…

Neste caso em especial mostrarei de onde vem a “insipiração” de determinadas coleções. Está entre aspas pois nada tem de inspiração, e sim, cópia. Parte desse catálogo da Bell & Ross mostra um cópia, mas não menos belo e interessante.

Cockpit

Essa foto mostra o cockpit de um avião da segunda guerra mundial, mas não especificado. Não tem problema algum isso, pois todos nesta época são identicos. Mustang, Corsair, Spitfire, Mitsubishi, Messerchmit ou Martin poderiam ter inspirado a equipe.

Conceito básico

Aqui é mostrado o conceito base para criação dessa colação. A palavra “Canon” é latim, que significa base, início, origem. Em geometria fala-se de base canônica, ou seja, coordenadas cartesianas de comprimento 1 (x=1, y=1, z=1). Leis canônicas saão as do Vaticano sobre questões cristãs sobre conduta e ser.

A Bell & Ross aplicou o conceito canônico para mostrar onde quiz chegar: legibilidade, funcionalidade, precisão e confiabilidade. Precisa mais do que isso? Eu estou satisfeito. A beleza está aí na simplicidade. Por vezes, quando estamos adquirindo conhecimento, temos a tendência mórbida de achar um lugar para usá-la e que, muitas vezes, soa como arrogância. Seja simples e veja como é difícil.

BR-01

Ele é tão simples e elegante ao mesmo tempo que você se pergunta: como é que não pensei nisso?

Se tivesse pensado nisso você não seria um mortal como eu e você lendo um blog, e sim criando uma máquina como essas.

Anúncios

Uma opinião sobre “Origem dos temas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s