Vamos falar de carro?

Fazem aproximadamente 10 anos que li em uma revista Quatro Rodas uma reportagem sobre Tuning. Falava sobre a moda e a nova denominação a uma alteração que já ocorria a muito tempo, mas ainda sem nome.

Nela participavam carros japoneses, brasileiros e um ilustre Maverick, para abrilhantar o texto. Ali, pela primeira vez, ví algo velho com nome novo.

Colocar rodas, som e alguns outros acessorios já fazem parte do costume brasileiro, que é apaixonado por carros e metido a entender de tudo.

Lembro-me em 1982, quando meu irmão tinha 18 anos, fazendo pré-vestibular no Colégio Impacto da tijuca com um um Karmann-Ghia TC 1972 vermelho. Eu tinha 8 anos e a gasolina já corria nas minhas veias pois acompanhei tudo bem de perto.

Primeiramente, este foi a uma oficina para uma completa lanternagem. De vermelho mustang passou para preto mercedes. Fundo, caixa-de-ar, berço, para-lamas, cúpula de farol, setas dianteiras, etc… foram compradas novas, de estoque de uma antiga concessionaria de Niterói (isso eu me lembro; ninguém me contou). O interior foi refeito em couro preto, com os bancos originais. O som era um rádio Bosch LD 243 (lembra?), com amplificador Infinity MK II (lembra??), tweeter Arlen Ara 120 (lembra???) e woofer Pagoda 8”(lembra?????). As rodas Mangels 15” eram calçadas pelos pneus Tornado Alfa (olha só…) e cravado no chão. Saiu da oficina no dia 24 de dezembro, pronto para pegar uma chuva na Avenida Brasil rumo a Petrópolis.

Pois bem. Minha memória é boa. Nosso carro tinha isso tudo. Isso sem contar uma Caravan anterior ao TC que seria outra longa História. E como fui me apaixonar por Dodge. E não chamavamos de Tuning.

Podemos denominar as modas que quizermos, mas não generalizar. Muito menos algo de gosto duvidoso e incluirmos no grupo do Tuning, pois é ofender quem gastou R$20.000,00 em acessórios.

Nunca se vendeu tanto no tuning como agora, apresentando belas alternativas para todos os gostos e bolsos. É louvável a iniciativa dos campeonatos e os encontros de Tuning, pois incentiva a cultura automobilistica em um ambiente agradável (cheio de obras de arte e beldades), incrementa um mercado extremamente refinado e, sem esquecer, a tecnológica dos acessórios e o conforto dos ocupantes. Aliado a isso, modelos mais equipados saem das concessionárias para nossas mãos a preços razoáveis. Vocês imaginem que o meu carro anterior era 1.6 CL e não tinha desembaçador traseiro, trava de portas e ar quente? Sem esquecer que não possui um único (não é mentira…) porta objetos além do porta-luvas. Hoje, um veículo deste naipe só é vendido para empresas, pois um particular não compra um carro tão “pelado” com foi este meu. Para solucionar este problema encontramos em uma loja aparelhada todos os tipos de acessórios para colocarmos nestes carros pelados e também adereços aos já equipados de fábrica, dando um toque pessoal.

Na próxima coluna, falarei sobre o bom gosto e o mau gosto dos Brazucas.

sds

Anúncios

3 opiniões sobre “Vamos falar de carro?

  1. Meu caro,

    Em primeiro lugar os meus parabéns pelo seu belo blog, grandes lembranças que eu também tive a sorte de acompanhar nos meus tempos de garoto, hehehe !!
    Pelo visto sou um pouco mais velho que vc., mas lembro com saudades dos tempos em que era moda pintar de preto fosco qualquer friso cromado que os nossos carros tinham, além de pintar com tinta de vitral vermelha os piscas laranjas das lanternas traseiras…
    Essas “tunagens” eram muito comuns no nosso tempo, e muito bem lembrado, hoje os carros costumam vir mais equipados de fábrica, e dificilmente alguém compra carro novo sem um mínimo de acessórios, a não ser alguma modelo muito específico.
    Grande abraço da turma do Sul !!!

    Mário Buzian – 40 Y.O. – Ivoti/RS

    Curtir

  2. Nanael:
    Na época era dificil uma família ter uma câmera. Eu falo de 1983…
    Meu primo, que já tinha noção de tecnologia, possuia uma Nikon e tirava fotos dos natais. O problema é que não o vejo a +/- 15 anos! Com certeza ele tem fotos do TC. Quando terei comigo?

    Bela dúvida!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s